SECRETARIAS
O que você procura?

Secretaria de Educação apresenta resultado de análises sobre retorno das atividades escolares presenciais

No mês de maio a Secretaria Municipal de Educação iniciou algumas atividades escolares presenciais, sempre guiadas pelo protocolo de biossegurança vigente no período de pandemia da Covid-19. Desde então, aconteceu o retorno de atividades extracurriculares, como sala de apoio a aprendizagem, sala de recursos multifuncional e atendimento psicopedagógico, além do projeto piloto de retorno das turmas dos 5º anos na Escola Municipal Professor Eurides Teixeira de Oliveira.

Quase três meses após o retorno, a Secretaria apresentou à toda a comunidade escolar o resultado da análise das atividades escolares presenciais que foram efetivadas a partir de 17 de maio, na rede municipal de ensino.

Para Márcia Muchinski, secretária de Educação, a área foi uma das mais afetadas durante a pandemia e as ações de retorno foram necessárias para minimizar os prejuízos educacionais. “Nossas escolas estavam fechadas desde 20 de março de 2020. Desde então, nossos alunos contaram com atividades remotas impressas, interação por grupos de WhatsApp e Meet. Porém, sabemos que essas ações não substituem o atendimento escolar, trazendo uma defasagem significante em relação ao ensino aprendizagem. Visando contornar essa situação, a Secretaria de Educação, em conjunto com as escolas municipais, vem promovendo ações para visualizar as possibilidades de retorno ao atendimento escolar presencial para todos os estabelecimentos de ensino”, destacou.

Ações

A primeira ação efetivada foi o retorno presencial das atividades extracurriculares: sala de apoio a aprendizagem, sala de recursos multifuncional e atendimento psicopedagógico. Esse retorno teve como objetivo atender os alunos mais vulneráveis, sem acesso às plataformas virtuais e com necessidades de atendimento especializado.

Os atendimentos foram agendados, tendo duração de uma ou duas horas. Nesse primeiro momento, devido ao atendimento de um número bastante reduzido de alunos, não foi disponibilizado o transporte escolar e não foi feita a oferta do lanche. Esses atendimentos ficaram ativos desde 17 de maio até 9 de julho, último dia de aulas antes do recesso escolar.

A segunda ação foi a efetivação do projeto piloto de retorno presencial das turmas dos 5º anos na Escola Municipal Professor Eurides Teixeira de Oliveira. O objetivo principal desse projeto foi visualizar a implementação do retorno, observando o cumprimento do protocolo de biossegurança, bem como as necessidades de adaptação nos âmbitos necessários, para a ampliação do retorno presencial nas instituições de ensino municipais. O projeto aconteceu entre os dias 17 de maio a 15 de junho.

Análises

No decorrer das ações, as escolas municipais participaram do preenchimento de um formulário para análise e apontamentos das adequações necessárias. “Foi unânime o parecer de que o retorno presencial foi positivo e teve êxito. Não tivemos índice de contaminação relacionado ao atendimento escolar. A satisfação dos alunos foi ótima. Com relação ao cumprimento dos protocolos sanitários pelos alunos e pelos funcionários, a análise também foi bastante positiva, mostrando que é possível de se colocar em prática” disse Muchinski.

As questões de adequação necessárias apresentadas foram: necessidade de implementação do transporte, pois muitos pais não têm disponibilidade de recursos e tempo, a necessidade de ampliar o tempo de atendimento para o horário normal de aula, fornecendo o lanche, a reorganização dos funcionários, visando cumprir os protocolos, suprir o atendimento em casos de possíveis faltas, além do avanço da vacinação dos profissionais.

A ideia inicial da Secretaria de Educação era expandir o atendimento presencial em todas as escolas, de maneira escalonada, em meados do mês de junho. Porém, o cenário epidemiológico do município se agravou, fazendo que com que os planos fossem adiados.

Diante da análise, a Secretaria Municipal de Educação vem providenciando as medidas internas para suprir as adequações necessárias apresentadas pelas escolas e solicitou um novo parecer da Secretaria de Saúde em relação à curva de contaminação pela Covid-19 em crianças com idade escolar do quadro municipal, bem como vem realizando reuniões junto ao Comitê de Volta as Aulas e ao Conselho Municipal de Educação, para organização cautelosa e prudente das próximas ações a serem efetivadas planejadas para o início do mês de agosto.

No quadro geral, alguns pais relatam insegurança, preferindo manter os filhos em atendimento remoto. Nesse sentido, a Secretaria de Educação esclarece que a decisão é dos pais e que somente serão atendidos presencialmente os alunos que tiverem o Termo de Consentimento assinado por seus responsáveis.

Projeto-piloto-Eurides-site-1

RECEBA AS NOTÍCIAS POR EMAIL

NOTÍCIAS EM DESTAQUE

ORGÃOS E SERVIÇOS PÚBLICOS

Termos de uso

Política de privacidade

Rua Luiza Trombini Malucelli, 134 – Centro

Palmeira – Paraná – CEP 84.130-000

CNPJ: 76.179.829/0001-65

Horário de Atendimento

Segunda-feira a Sexta-feira

08:00 às 12:00 – 13:00 às 17:00

Skip to content